Últimas Notícias

O que você acha de manter tudo como está?

Essa frase é típica de quem está, vive e não troca sua zona de conforto por nada. É uma lógica conservadora e paralisante. Medo de passar por pontes em busca do outro lado da margem. Lá, do outro lado, pode haver algo melhor ou pior. Se tiver pior, procure outra margem e se for melhor, procure outra melhor ainda.


O que você acha de manter tudo como está?

    Zona de conforto é um tema muito debatido na atualidade e de fato, todo mundo já   esteve nela. Alguns quando descobrem seu real significado, se policiam para não cair   nela, outras pessoas não conseguem sair dela, às vezes por comodismo, outras por falta   de entendimento, por medo. Comodismo muitas vezes está ligado à segurança ou a   insegurança, depende do ponto de vista de cada um. Não optar pelo novo, não arriscar,   para alguns é uma questão de segurança, é um valor, para outros, não, o medo de mudar   é um sentimento de insegurança, uma falta de confiança na sua própria capacidade.   Zona de conforto é um local onde não se sente ameaçado, é lá onde tudo de “normal”   acontece, ou não.   Viver na zona de conforto é limitar a mente humana. É limitar todo o poder existente   em si, toda criatividade e decidir inconscientemente não viver uma vida de infinitas   possibilidades. É decidir abdicar de grandes sonhos, de desejos e metas na sua vida.   Você pode até dizer que não há mais sonhos para viver, ou que já realizou todos eles e   eu vou te desafiar a parar um pouco nessa sua vida automatizada, respirar, fechar os   olhos e pensar mais um pouco. E sei que ainda há o que conquistar. Um trabalho que te   proporcione mais felicidade, que te inspire e que você tenha paixão em fazer, encontrar   seu real talento, um relacionamento que te traga paz, uma viagem pelo Brasil ou pelo   mundo, um filho ou outro filho. Uma empresa sua, um novo cargo, uma casa, um   apartamento ou um novo. Servir mais, realizar o sonho de alguém, lecionar, ingressar na   faculdade, na pós-graduação, mestrado, ser eleito, investir na bolsa, ganhar um torneio,   emagrecer ou até aposentar-se com mais qualidade de vida. Sempre haverá mais um   sonho.   A zona de conforto te impede de ir além e de ter novos sonhos. A mente humana tem   uma capacidade surreal, que é infelizmente desconhecida por muitos, limitada por   hábitos e costumes. A mesma rotina, os mesmos caminhos, as mesmas crenças, mesmas   frases, a famosa mesmice.   Entendo cada um que não consegue sair dela, não foram ensinados a isso. Quem na sua   infância foi incentivado a buscar novidades? A inovar? A fazer diferente? A ter novos   hábitos? Quem já foi pego pela pergunta: o que você sugere?   Sair da zona de conforto é acreditar que sempre pode mais, que sua capacidade vai além   e não tem limites. Quando eu digo pode mais, queridos, não digo estar sempre em busca   de bens materiais ou uma busca desenfreada pela a felicidade. A felicidade é algo que   está dentro de cada um e o que faz despertá-la é estar em movimento, é ser útil pra si e   para outros. O mais a qual falo é a busca contínua de desenvolvimento, é não deixar de   viver nenhum sonho. É acreditar na sua capacidade de virar o jogo. É acreditar que,   enquanto se tem vida, não existe fim do túnel. Sair da zona de conforto é elaborar metas   na certeza de que vai acontecer. É estar disposto a colocar seu barco no mar, livrar-se   das ancoras e tomar o leme em suas mãos.   A ciência diz que: nascemos, crescemos, nos desenvolvemos e morremos. Tem muita   gente passando rapidamente para terceira etapa. Grande abraço,